A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

As provas (parte I)

Como sei que a ordem cronologica nao fica por ordem de quem entra, vou inverter os posts para ajudar. E so ler de seguida.

Por ordem...

Perdi-me no caminho (como convem) e andei montada na bicla, debaixo de chuva, com roupa de trabalho, saco de desporto as costas e mapa na mao, a tentar encontrar o camelo do pavilhao...

Um Holandes muitissimo simpatico, viu a minha figura patetica, condoeu-se e levou-me ao pavilhao (sem me chatear, nem fazer perguntas inconvenientes e sem tentar o que quer que fosse), desviando-se do seu proprio caminho.

Cheguei ao pavilhao ensopada e atrasada. Estacionei a bicicleta e entrei.

2 comentários:

Joaquim Augusto disse...

hehe
estou certo que se fosse eu que me perdesse não aarecia nenhuma holandesa muitissimo simpática. Tenho essa idéia....

Pedro Sousa disse...

eheh, sabes que tens uma opção de colocar os blogs mais antigos no início?
Ah pois é!
Andar de bike à chuva... lá vai o tempo!