A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

notas soltas de 15 dias em Lisboa (III)

Tive muito mais frio em Lisboa do que tenho em Amesterdão. Constipei-me. Lamento, já não estou habituada a ter de usar casacos de penas em casa.

6 comentários:

Goldfish disse...

Nada substitui um belo aquecimento central, pois não?

I. disse...

Não te vou dizer a temperatura que estava na casa da minha sogra, no Natal. Também me constipei.


(10 graus. pode?)

Anónimo disse...

É muito complicado explicar a toda a gente, em Portugal e no estrangeiro, que em Portugal se passa mais frio do que nesses paises com invernos rigorosos... ah e tal, clima ameno, pois... :P

Tuxa disse...

Goldfish,
Nada mesmo!!!

I.,
Acredito perfeitamente, eu acho que por alguns sítios em que fiquei a temperatura dentro de casa nao devia andar longe disso também. Cheguei ao ponto de decidir sair a rua para aquecer!!!

Anónimo,
O problema é esse. O clima é de facto ameno 2/3 do ano e por isso ninguem se prepara convenientemente para o remanescente 1/3! E depois gela-se em casa em Dezembro ou torra-se em Agosto...

Anónimo disse...

A minha casa estava quentinha...Bjs. Mae

luadealgodao disse...

Para mim, o frio dentro de casa também é um sofrimento!Nos primeiros dias, ficava com o casacão de inverno posto,não se aguenta!
E sim, também vim zangada com o tempo...que raio de chuva e cinzentinho!

Bom ano!
**