A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Coisas que a Vida em Amesterdão me ensinou (VI)

O apreciar os jantares em casas de amigos.

Os serões na conversa, a jogar poker ou a ver um filme. Muito mais do que ir dançar para uma discoteca. Ainda gosto de o fazer, mas não com a mesma intensidade/frequência.

2 comentários:

Andorinha disse...

Subscrevo em dose tripla. Gosto e muito mais do que dantes. Também repara que o aqui temos na Holanda proporciona esses serões e não noites de BA, com mta pena minha. Até pq no Bairro a rua, com temperaturas quentinhas, é um bom "sofá" de conversa. Já não vou a uma discoteca há c'anos!!!

butterfly disse...

Olá tuxa,

Queria ver se era possivel uams dicas, estou a pensar ir a Amsterdão em Março fazer assim umas mini ferias de 4 dias. E queria umas dicas se possivel sitios perto do centro para dormir e o principal a ver. Visto que ai vive sempre é mais facil dizer o principal.
Obrigado