A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Passeios de bina

No domingo passado, dado que estava um dia de sol, estava a ficar com neura pelo facto de estar em casa.
Disse ao meia-laranja que ia dar uma volta de bina, ao que ele depois de resmungar, me respondeu que também vinha.

Pedalando pela cidade, fizémos a zona da Museuplein, Vondel, Lyceum, Zuid, e depois seguimos para o Amsterdaamse Bos, a maior zona arborizada de Amesterdao. Assim uma espécie de Monsanto.


Explorámos, descobrimos um barco que nos levava de volta a zona de Amsterdam West, atravessámos o rio de barco, parámos numa esplanada a beber uma cervejinha branca e depois, a caminho de casa, jantámos no Burger Meester.

Laureamos a pevide quase 3 horas por sítios diferentes (o que, em Amesterdao, já comeca a ser uma raridade para nós) e apanhamos solinho!!

Queria o meia-laranja ficar em casa!

3 comentários:

Dünya disse...

Adoro o BurgerMeester: têm os melhores hamburgeres do país...ainda hoje à tarde estive a pensar que está na altura de passar por lá outra vez :) só é pena não haver em Utrecht...

Mas, diz-se por ai que este fim-de-semana também vai estar bom tempo :) (ouvi qq coisa como 23 graus, mas deve ser exagero :P). Pode ser que dê para apanhar mais um bocado de sol :)

Goldfish disse...

O que me chateia o mariducho não ter bina para darmos umas voltas. Luna no cestinho e lá íamos, mas não, não quer. Eu até vou levar a minha para PT, que tenho amigos que têm biclas e vou passar a combinar uns passeios por lá.

Tuxa disse...

Dunya,
Sao, de facto, excelentes! Uma vez por mes, la´ vamos nos! O facto de haver um restaurante a 10 mns de casa e´ uma completa tentacao!

Goldfish,
Acho que fazes lindamente. Ha´ coisas que aprendemos a apreciar ca e que nao devemos perder no regresso! Espero que o consigas fazer!