A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


terça-feira, 13 de março de 2007

Ontem acabei por nao ir a montanha russa. Recebi um convite inesperado para jantar e aceitei...

E foi uma experiencia diferente. Pela primeira vez bebi um copo de vinho diferente em cada momento da refeicao, aconselhados pelo sommelier (o responsavel de vinhos do restaurante). Um para aperitivo (sem acompanhamento), um para a entrada, um para o prato principal e um para acompanhar a sobremesa. A comida era excelente e realmente o vinho que acompanha os diferentes pratos faz imensa diferenca na estimulacao do palato...

Foi um optimo jantar visto de todos os prismas. Boa companhia, conversa interessante, comida e bebida irrepreensiveis! Os empregados sao extremamente atentos e eficientes e quase invisiveis... gostei muito da experiencia.

O restaurante chama-se Le Roux (nao tem website). Nao sou grande entendida nestas materias, mas acho que vale uma visita.

1 comentário:

Pedro Sousa disse...

Bom, para começar dá para notar que a tão falada refeição foi ontém. A ausência de erros ortográficos mantêm-se, pela qual te felicito.
Em relação ao restaurante, não faz mal não ter site, pois se o site for todo em 'estrangeiro', como o da discoteca, nós, os portugas só podemos ver os bonecos como fazemos quando compramos o expresso ao fim de semana.
Falaste muito bem da pinga, mas omitiste o jantar propriamente dito. Isso sim era materia para desenvolveres, e para manteres informados os teus leitores.

Mais uma vez, obrigado por partilhares com o mundo o que acontece na tua vida!
Qualquer dia faço o mesmo.

Cumprimentos