A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


quarta-feira, 7 de março de 2007

E chove, chove, chove.... ininterruptamente ha 4 dias. Adormecer com barulho de chuva e acordar ao mesmo som torna-se uma tortura chinesa.

Haja pachorra!

3 comentários:

Pedro Sousa disse...

O som da chuva é muito bom. Gosto de ouvir quando estou em casa, deitado no sofá a ver televisão no fim de semana. Mas se for preciso ir trabalhar já não me agrada tanto. Para começar não vou de combóio, tenho de pegar no carro e ir de carro. Detesto conduzir à chuva. E detesto também andar molhado. Aqui também choveu hoje de manhã. mas deram bom tempo para a tarde. Já estou a ver o sol pela janela! Ainda bem!

Fernanda disse...

Concordo com o pedro sousa. Quando estou em casa é fantástico mas quando há que sair de casa, a pé ou de carro já não é agradável. Mas tantos dias a chover deve ser mesmo desencorajador. Aqui, o sol já está bem desperto a esta hora, veremos se se aguenta o resto do dia, para nos aquecer o corpo e a alma.

Emiele disse...

Por mim creio que é sobretudo a «insistência» que chateia. Acho que nada, mesmo o que consideramos 'bom tempo' deve parecer assim eterno - fica sempre demais!!!