A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


quinta-feira, 6 de maio de 2010

mini périplo Alemao: @ Bonn

A última paragem, já em regresso a casa.

Apanhámos o melhor dia de todos, cheio de sol! Andámos a pé enquanto as pernas aguentaram (só levei umas botas para a viagem toda, que embora tenham solas de borracha, tem salto de 8 cms de altura) e depois metemo-nos no carro e andámos a explorar de rabiosque tremido!

Gostei da cidade, menos que Heidelberg e Wiesbaden mas mais que Frankfurt. Tem também uma grande mistura de estilos que nem sempre fazem sentido, mas no global, é mais harmoniosa. Fora do centro, na zona residencial há, mais uma vez, avenidas brilhantes, cheias de árvores frondosas e prédios fascinantes. Adorava viver um dia num prédio assim, que inspira orgulho de lá viver, que nos faz sentir privilegiados.

Em Lisboa vivi num prédio com prémio Valmor e sentia isso todos os dias ao abrir a porta pesada e entrar naquele hall grandioso...

Nao tirei qualquer foto em Bona, nao porque nao tenha gostado, mas porque estava cansada. Bem mais de 30kms andados a pé em 2,5 dias e 4 cidades visitadas em simultaneo com trabalho nao é pera doce.

3 comentários:

Andorinha disse...

Espero MUITO sinceramente que não estejas a pensar em mais de 10 kms por dia pra Munique. E se tiveres, eu levo o meu livrinho e abanco num café quando já tiver as pernas às costas, sim? Humpft! 30kms em 2,5 dias! E a trabalhar! Esta rapariga é douda! ;)

Tuxa disse...

10 kms por dia?!?! Nem pensar... pelo menos o dobro diário minha linda... vais ter que meter o turbo nas rodinhas baixas, lol!!!
É melhor ires preparando a biblioteca, vais ter muito café para conhecer, ahahaha!

Andorinha disse...

LOOOOL O turbo nas rodinhas baixas foi mto bom! Louca! :))))))