A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


quarta-feira, 17 de novembro de 2010

what an eventful trip!!

Controlo de passaportes no comboio... Duas pessoas levadas da minha carruagem... Caramba!

7 comentários:

macaumicau disse...

Fui a Bruxelas tambem (mas ontem) e vinha a pensar que o Thalys mais parece o Expresso do Oriente. So misterios, intrigas e muita espionagem ahahaha porque a malta a olhar para os computadores uns dos outros e a ouvir conversas de trabalho...enfim, so falta o Poirrot!

I. disse...

Vinham para a cimeira da nato, era? :D

Andorinha disse...

Bolas, duas? Ouve, menos 2 a chatear! E a espionagem industrial é bem real minhas queridas! Ah pois é! :)

Tuxa disse...

macaumicau,
Nao tinha pensado nisso, tens muita razao! Boa analogia...

I.,
Nao sei para onde iam, mas ficaram em Roterdao que foi uma beleza!

Andorinha,
Eram duas miudas novitas com ar arabe... se fossem loiras provavelmente tinham-se safo. E daí talvez nao...

Andorinha disse...

Um dia conto-te umas histórias fixes como a de uns tipos q punham anúncios na revista Maria a pedir senhoras da limpeza e depois lhes pagavam 25 euros por cada saquinho de lixo que trouxessem dos escritórios onde trabalhavam. E na Tugolandia...e tenho mais destas :))

Tuxa disse...

Andorinha,
Isso sao histórias muito a frente, vais ter mesmo de contar!

Andorinha disse...

É parte (única parte) mesmo divertida do meu trabalho, é saber os esquemas da espionagem industrial :))