A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Conversa real

Há uns tempos tive uma conversa com o meu (ex) chefe que foi qualquer coisa assim:

me: Have you heard anything about the plans of X?

boss: No, what?!

me: (...)

boss: My God, you and your suspicions that danger is lurking everywhere; every time I talk to you, it seems I'm watching an elaborate conspiracy theory movie!!!!

me: Well, every time I tell you these things I feel that I'm speaking to Alice, and that she's still in Wonderland!!

Só trabalhando aqui é posso dizer estas coisas e continuar com boas relacoes com a chefia.

(ah, e eu tinha razao)

7 comentários:

Goldfish disse...

Em Portugal, se dissesses à chefia que parecia a "Alice" (se for homem então!) a questão não era se mantinhas boas relações com ela ou não; deixavas era de ter qualquer relação com a dita chefia!

Tuxa disse...

E o melhor foi que ele se partiu a rir e nao levou nada a mal!! Eu sei que em Portugal arriscava o olho da rua de imediato... Mas eu sou muito directa e, nesse aspecto, dou-me muito melhor por ca do que por la! Alias, por alguma razao nao tenho planos de regresso!

Andorinha disse...

A minha chefe Belga no outro dia, ao ver-me beber leite a meio da tarde (lanche, duhh): you've gotta stop integrating!
Sofia: you gotta stop thinking I'm Spanish. Next time you do that, I'll call you Dutch.

No problems whatsoever.

E o teu boss não te conhece lá mto bem...qual foi a parte de que tu não tens jeito pra cusca logo estarias a falar a sério, que ele nãooo percebeu?

Andorinha disse...

Ah, e já agora, dada a nossa capacidade de...sinceridade extrema, lembremo-nos que Inglaterra não é um bom País pra next stop pit...

Tuxa disse...

Andorinha,
Ele sabia perfeitamente que eu estava a falar a sério, mas sabes, a malta as vezes nao quer enfrentar a realidade quando esta traz más notícias!
A Inglaterra definitivamente ia-me trazer algumas dificuldades laborais.

Anónimo disse...

É, sem dúvida um previlégio estar "não aqui"... a mesma empresa, mas mentalidades e formas de trabalhar tão diferentes :-(.

Sónia P.

Tuxa disse...

Sónia,
Podes crer, podes crer! Imaginas-me a dizer uma coisa destas em Lx? Era o fim da picada!