A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Ah, e verdade...

E ainda consegui ir cortar o cabelo (que ja me estava a deixar doida e sem paciencia), pagando um minimo historico de 31 euros (o que, em Amesterdao, e o equivalente a uma pechincha)!!!!


Nao, nada de tao dramatico!!! Era so para dar uma alegria ao meu pai durante 2 segundos...

5 comentários:

chiqui disse...

Es mesmo tu?? (fotomontagem, e claro, sem cabelos rapados. mas olha que ate te ficava bem :))
Es muito gira tuxa :))

Tuxa disse...

O Chiqui, tão linda que tu és... quem me dera, querida, quem me dera... não sou eu, não. Foi só uma imagem que saquei na net!!

Era bom, era!

Anónimo disse...

Que injustica...
quem nao te conhecer ainda pensa que nao es bonita!

Tuxa disse...

O anonima/o

Isso e uma questao de opiniao, mas nada como esta estampa!

wednesday disse...

Cada um tem a sua beleza... Rapar o cabelo deve ser uma experiência do outro mundo, mas eu gosto mto do meu!