A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


domingo, 6 de maio de 2007

World Press Photo

Fui lá hoje à tarde.

Confesso que vim de lá um pouco desiludida. Na minha opinião, a exposição estava muito mal organizada e "montada". Fotos de cenários de guerra misturada com fotos de desporto, lado a lado caras de zonas de miséria com fotos de paisagens e animais. Tudo muito junto, com poucas fotos realmente ampliadas. Em vez de conseguirem "contrastes", conseguem uma salada russa...

Prefiro como a organizam no CCB. Fotos quase todas em tamanho bem grande, com legendas individuais, organizadas por temas. Em que nos dedicamos um pouco a cada imagem em vez de abarcar 4 ou 5 de uma só vez.

Os estímulos tornam-se muito mais profundos e sentidos desta forma. Mas enfim, é só uma opinião. Vale a pena a visita na mesma, mas se quando a exposição estiver no CCB eu calhar estar por Lisboa, vou vê-la novamente. Para sentir que vi como deve de ser.

4 comentários:

Capitão-Mor disse...

Claro que no lisboeta CCB terá que ser bem melhor!

Rubina disse...

Eu também já vi no CCB e achei que estava muito bem organizada. Beijinhos

chiqui disse...

Quando estava em Portugal (SNIFF, SNIFF...) tambem ia todos os anos. Foi sempre uma exposicao que me impresionou imenso, e concordo contigo,estaa muito bem organizada.
bjos

wednesday disse...

No CCB é muito boa, tanto que está é sempre a abarrotar de gente! Também é difícil contemplar as fotografias com tempo e com a distância devida. Mas sim, no CCB é muito bom!