A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


domingo, 6 de maio de 2007

Dia da Liberdade

Dia 5 de Maio celebra-se na Holanda o primeiro dia de liberdade após a retidada dos Alemães na 2ª Guerra Mundial.

Hoje acordei, tomei pequeno-almoço, saí para ir ao Keukenhof, que fica ao pé de Lleiden onde andei a passear e a tirar fotos freneticamente (como se pode ver no post abaixo), apanhei comboio de volta a Amesterdão, vim a casa, lanchei, fui ao Westerpark assistir a um festival ao ar livre e quando acabou fui para uma discoteca dançar durante 4 horas. Ambiente muito bom, famílias inteira a dançar e a divertir-se. Saí de lá arrasada e pronta para cair para o lado.

Depois disso, fui jantar. Ainda só eram 22h... Só neste País...

7 comentários:

Capitão-Mor disse...

Eh,eh,eh! Ainda bem que o Brasil foi colonizado pelos portugueses! Por aqui também é tudo em ritmo 24hrs party people!!! :)
Bom fim semana

Breaking the Waves disse...

Isso é que foi ritmo!!!!

:)

Bom início de semana!

Tuxa disse...

Por acaso foi mesmo engracado e uma experiencia diferente. Ter a sensacao que sai a noite para dancar mas na verdade, ir para a cama a meia-noite... muito sui generis, mas gostei!

Cai de Costas disse...

Falaram sobre a Wilhelminabrug, Rotterdam?

Tuxa disse...

cai de costas,
A mim ninguem me falou nisso em particular, qual e a historia dessa ponte?
Se falaram na televisao, tambem nao percebi nada, tal como de costume...

bonifaceo disse...

No instante em que li que depois da discotecas ias jantar, fiquei um bocado baralhado, mas depois lá vinha a explicação.

wednesday disse...

Nesse país e ao lado também. Eu fiz Erasmus na Alemanha, já lá vão 5 anos (como o tempo passa) em Aachen (deves conhecer, já que é mesmo na fronteira). E sim, as coisas eram feitas sempre com várias horas de adiantamento relativamente a Portugal. Chegava eu a casa por voltas 6 e ia lanchar, já estava tudo a jantar. Quando eu jantava, já tava tudo na ceia, festas tinham hora marcada para acabar ou então vinham os simpáticos polícias. E quando acabavam às 3 da manhã, já era uma vitória!... Eheh;)