A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


segunda-feira, 28 de maio de 2007

De regresso

A Amesterdão, passo de temperaturas médias de 35/40 graus extremamente secos à sombra para temperaturas bem mais humildes e molhadas... curiosamente, estava sequiosa de Ocidente e a chuva parece-me um preço bem pequeno a pagar.

4 comentários:

Thunderlady disse...

:)

Capitão-Mor disse...

Um regresso molhado pois então...

bonifaceo disse...

Pois, as nuvens andam a dominar a cena... filhas-da-mãe...
Beijo.

Pedro Sousa disse...

E quem anda à chuva molha-se!

Não te esqueças do guarda-chuva e da gabardine.