A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


quinta-feira, 3 de maio de 2007

Planos

Estava aqui a pensar que este fim de semana nao tinha nada combinado nem nada para fazer. E por momentos uma nuvem cinzenta atravessou o meu espirito.

Achei que me arriscava a dois dias assim mais chochos (estar em casa nem nada para fazer sem ser relaxar nao da para mim... tenho bicho carpinteiro e por palermas que sejam os programas, alguma coisa tenho de fazer. Acho um desperdicio de dias bons e livres o nao fazer nada... manias ...) quando me apercebi que:

Ainda nao fui ver o World Press Photo,
Estrearam 2 ou 3 filmezitos,
O tempo vai estar simpatico para ir ler para um jardim ou esplanada,
Ao sabado tenho mercado,
Ainda nao fui ao Keukenhof ver as tulipas e outras flores (a epoca alta e de inicio de Abril ate ao final de Maio)...

E pronto, agora que os dois dias ja me parecem bem curtos para tanta coisa que quero fazer, estou novamente contente!

6 comentários:

Capitão-Mor disse...

Um pouco de agitação faz sempre bem...

bonifaceo disse...

É isso mesmo, é realmente um desperdício de tempo passar tanto tempo em casa.

Tuxa disse...

Confesso que o máximo que consigo ficar em casa relaxada e a gozar o sossego é uma tarde... mais do que isso já me começa a fazer confusão. E é isso bonifaceo, com tanta coisa gira na rua...

Breaking the Waves disse...

Então muito bom fim de semana!!

Eu não prescindo de algum sossego e silêncio nos meus fins de semana! Fim de semana completo com mil e uma coisa para fazer, deixa-me stressada o resto da semana! Que seria do amarelo se todos gostassem do azul, não é?

Tuxa disse...

breaking the waves,
Para ti tambem!
Felizmente que cada um goza a sua maneira.... eu adoro ter planos e coisas para fazer, desde que sejam do meu agrado!

bonifaceo disse...

Falei e já fui bastante na onda da breaking the waves... agora ando numa de sair, sozinho ou acompanhado, o que interessa é sair, é mais para espairecer, não visito nada :S.