A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

thalys

Depois de tantos voos o ano passado e desventuras, decidi que em 2010 ia apostar no TGV... Pois.
A minha viagem inaugural no Thalys Amesterdao-Paris foi, como nao podia deixar de ser, memoravel. (Sim, eu sei que vim de Paris ontem a noite, e que teria sido melhor ficar por la mais uma noite, mas eu gosto de complicar! NOT)
As 6.15h ja estavamos a arrancar (a horas). Fiquei bem impressionada. Internet gratuita a funcionar e pequeno-almoco simpatico.

Chegamos a Bruxelas a horas mas nao partimos em direccao a Paris. La veio a vozinha agoirenta anunciar que teriamos atraso de 1 hora e meia por falta de pessoal disponivel em Bruxelas para seguir no comboio...
Resultado, a rapidez saiu-me lenta e so cheguei as 11h da manha.

E desde as 17.25h que ja ca estou novamente em direccao a Amesterdao. Ate agora so com 20 minutos de atraso. Nao esta mau...
Se tudo correr bem estou em casa as 22h (ja jantada. Podia ser pior).

1 comentário:

m.a. disse...

é bom ver que afinal continuas por cá :)
o meu blogue 'Casulo' está fechado,por assim dizer, não faço intenções de nele voltar a escrever, mas entretanto regressei ao 'Casinha de Botões', que era (e é) privado e que se não me engano, tens acesso ao mesmo. Por isso, se quiseres, dá uma espreitadela :)

ah, e começaste o ano na cdade onde pretendo ir em 2010: Paris!! :)