A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


segunda-feira, 26 de maio de 2008

Tan ta ran tan, tan ta ran....

(Isto e a musica do Indiana Jones, para quem nao percebeu logo!)



Depois de um ano a espera e de ter passado o ultimo mes a trautear a musica em total countdown, fui ontem ver!

Nao vou contar nada, nao ha spoilers neste blog! Querem saber, vao ver!

Mas sem contar nada que estrague o filme, posso dizer que:

O Harrison Ford continua em grande estilo! Esta entradote, mas ainda esta ai para as curvas! Os anos passam, mas aquilo que gostava nele continua la. / O argumento nao e mau, mas gostava mais quando andava a procura de coisas mas terra-a-terra (se e que o Santo Graal ou a Arca Perdida se podem considerar terra-a-terra, mas depois de verem o filme, percebem o que quero dizer) / Gostei muito de algumas cenas de accao, mas outras, please!!! A do frigorifico e risivel e a perseguicao na selva comeca bem e acaba mal...

Era impossivel cumprir as minhas expectativas, eu sei, e dai dizer que vale a pena ver. Nao estando ao nivel dos outros 3 (mas eu tambem sou bem mais velha e nao olho para os filmes da mesma maneira), nao deixa de ser um Indiana Jones.

Tan ta ran tan, tan ta ran....

(... adorei as referencias aos outros Indys como a pontinha da Arca perdida que aparece naquele armazem gigante e ele comecar a chamar Junior ao Shia, tal como o pai lhe chamava a ele ...)

3 comentários:

I. disse...

Concordo com tudo o que dizes. E senti que lhe faltou aquele toque artesanal que os outros tinham a sensação de que cada cena era feita cuidadosa e vagarosamente para nosso deleite.
Mas foram duas horas bem passadas.

bonifaceo disse...

Ontem convidaram-me para ir ver um dia destes e não costumo dizer que não, mas filmes de aventura não são dos meus favoritos e têm sempre cenas que considero uma autêntica fantochada... gostos.

Tan Solo Palabras disse...

Eu gostei particularmente da mudança de opinião sobre estudar ou talvez não!! :):)