A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


sexta-feira, 16 de maio de 2008

Esta a choviscar, mas nem todas as noticias sao mas!

Na 2a feira foi feriado na Holanda, pelo que toda a gente teve direito a um fim-de-semana de 3 dias.

Ora, a yours truly, que tem uma vaca gigante escondida no bolso das calcas, so trabalha 4 dias por semana. De 3a a 6a feira. Resultado: esta semana, o meu dia de folga e o feriado coincidiram... azar dos azares, pensei eu, ja ardi com uma folgazita, paciencia, sao coisas da vida.

E ontem ao final da tarde, a secretaria do departamento vira-se para mim e pergunta:

S: Tuxa, quando e que vai tirar a sua folga?
T: Qual folga?
S: A de 2a feira, claro!
T: Mas nao a perdi?
S: Claro que nao, e feriado para todos, tem direito a gozar o seu dia noutra altura.

Juro que estava capaz de lhe dar um beijo!

4 comentários:

Frankie disse...

E' mais um choque cultural. Mais uma situacao que em PT teria um desfecho expecatvel bem diferente!
Desfruta-o bem.

Bjs,
Frankie.

I. disse...

Confessa, isto é só para me encher de inveja, não é? Bicicletas, bom tempo, bons patrões... só falta fazeres um relato (como no ano passado) sobre a primavera em Amsterdão!Vou ali fazer a mala e volto já :D

bonifaceo disse...

Porreiro. ;)
Também foi feriado da cidade cá em Aveiro, e eu estudo em Viseu... :S

mikatu disse...

Chama-se a isso feriado garantido, e é algo perfeitamente normal no resto da Europa. Quando os países têm poucos feriados fazem essas coisas, em Portugal não vale a pena porque com tantos feriados e pontes (a chamada doença nacional) não se pode fazer isso porque senão ninguem trabalhava por estes lados. Claro que nem se fala das "tolerâncias de ponto" que como o nome indica é dia de folga...