A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Os canos (II)

Depois de estarmos de secador apontado a ficha electrica durante 10 mns, o quadro eléctrico deixou de disparar e voltamos a por tudo no lugar.

24 depois, pusemos a máquina de lavar loica a lavar. Quando terminou o programa, o meia-laranja apercebeu-se que o tapete que está no chao junto a máquina estava molhado! Soaram os alarmes, voltámos ao filme de terror... decidi ir a drogaria e nao só comprar mais produto, como também uma guia em arame para desentupir canos. Desta vez havia de resultar. Juntamente com o meia-laranja preparámos tudo, baldes e bacias para apanhar água em caso de emergencia, panos e recomecámos o processo. Líquido pelo lava-loicas e depois atacámos o cano com a guia. O resultado foi só frustracao. A guia que tinha custado quase 50 euros era demasiado dura e nao fazia as curvaturas da canalizacao. Tentámos várias vezes e nada.

Dado que nao chegávamos mais longe, decidimos despejar também liquido pelo cano da máquina de lavar loica, por esse estar mais perto da canalizacao comum do prédio. Devo dizer que no momento da compra do tal produto, perguntei se a sua aplicacao podia ser repetida várias vezes ou se poderia danificar os canos. A resposta foi automática. Nao se preocupe, que nao lhe estraga os canos! Exacto...

Dez segundos depois de termos despejado, o tubo comeca a ficar todo retorcido e a tampa do cifao simplesmente cai. No chao de madeira. Com produto corrosivo lá dentro. O meia-laranja a tentar segurar o cano no sitio, eu a dar-lhe água para despejar e limpar o cano do produto, a água a cair para cima dele e da roupa porque o cifao estava sem tampa.... no comments.

Já desesperados, ligámos a um canalizador (que era o dono da drogaria que nos vendeu o produto e que disse nao fazia mal usar muitas vezes, ao mesmo tempo que me deu um cartao dele caso precisasse. Devia ter desconfiado...).

Apareceu lá em casa passado 2 minutos e disse que voltava a noite com uma maquina própria. Disse que o cano estava óptimo (o meia-laranja conseguiu que ele voltasse a "solidificar" direito) e que a tampa do cifao também. Era só mesmo desentupir.

As 18h lá apareceu com a máquina. Sem mais nada. Entrou em nossa casa, sentou-se no chao da cozinha (que relembro, é de madeira nao envernizada), e enfiou a guia pelo tubo. Nao nos pediu nada, nao nos sugeriu nada, nao nada, basicamente!!!

Conforme liga a máquina, o meu coracao parou. Comeca a esgichar por todo o lado um liquido preto! Para dentro do armário, para cima dele e para o chao!! E nós sem saber se aquilo era basicamente porcaria do cano se óleo da máquina. E ele nem ai nem ui, siga para bingo. Esteve nisto 20 minutos talvez. E nós sem conseguir articular palavra. Nao veio nada de especial agarrado a guia, de modo que nao ficámos convencidos quanto ao desentupimento do que quer que seja. Quando terminou, recolheu o material, usou o nosso pano de limpar as bancadas, usou o nosso esfregao da loica, usou o nosso detergente (tudo para se limpar a ele), disse que o resto da limpeza ficava por nossa conta, pegou no dinheiro e pisgou-se. Assim.

Claro que eu corri para a varanda, peguei na esfregona e lancei-me ao chao como se nao houvesse amanha. Felizmente, saiu tudo. Tal como do armario.

Limpamos tudo, arrumamos tudo. E suspiramos... o servico ao cliente neste pais e o atendimento em geral, deixam tanto a desejar que já nem nos causa estranheza este comportamento.

Resultado final:
  • uma catrefada de panos para o lixo porque ou estavam imundos ou corroídos pelo líquido de desentupimento;
  • 50 euros na guia que nao serviu para nada;
  • 30 euros no líquido do demo;
  • 125 para o canalizador;
  • uma sweat shirt que ficou estragada pelo químico;
  • umas calcas de ganga que subitamente se estao a desfazer nos joelhos (presumimos que o liquido tenha salpicado...).

E a incerteza que a saga tenha terminado... ainda nao voltámos a por a máquina da loica a trabalhar. Cenários possíveis:

Está tudo ok, a maquina despeja e nao há stress (I wish)
O cifao ficou corroído pelo líquido e assim que a água comecar a fazer pressao, cai e inunda (pela 3a vez) o nosso chao (provável)
O desentupimento nao serviu de nada e a água continua a sair pelo cano (ainda mais provável)

A máquina está cheia. Hoje quando chegar vou po-la a trabalhar.

M-E-D-O!!!

7 comentários:

I. disse...

Fico a torcer por ti. Caramba, caramba!Boa sorte ;)

(quando fiz obras também tive direito a canalizador, para fazer as novas ligações do lava loiça e máquinas. quando o homem foi almoçar ia tendo um treco: a água, a água no chão da cozinha! felizmente é tijoleira. e ele também usou o esfregão da loiça, o pano da bancada e a esfregona - podia-me ter pedido trapos, tenho lá muitos! depois da obra concluída, sempre que ligava a máquina da roupa ouvia uns barulhos medonhos enquanto esvaziava. não verteu água, mas ainda hoje não sei o que se passa, se ficou porcaria nos canos ou quê. é melhor não pensar nisso...)

undutchablegirl disse...

Bem, mas que grande stress! E, de facto, a atitude do sr. canalizador é mesmo à holandês. Mas, ainda que seja, não deixo de ficar meio indignada.

bonifaceo disse...

E livro de reclamações?!
Bem, também espero que tenha ficado tudo bem, fico à espera dos próximos capítulos.

Tuxa disse...

Alvissaras!!! A maquina despejou e nao saiu agua! Pode ser que tenha terminado o filme.

I.
Pois, a minha tambem faz uns barulhos gorgolejantes horriveis, mas desde que nao me inunde a cozinha, ja estou como tu, nao quero saber...

ug
Nos tambem ficamos indignados, mas nao serviria de nada dizer alguma coisa. Ele simplesmente nao perceberia de que estavamos a reclamar.

Boni
Livro de reclamacoes? Na Holanda?!?! Desconhecem por completo o conceito. Se reclamas com o que quer que seja, olham para ti como se tu fosses o extraterrestre. Literalmente. Ate num cafe se pedes para substituir um copo partido olham para ti como se nao fosses bom da tola...

Anónimo disse...

Bemmmm, parecia um filme de terror!! Espero que tudo esteja solucionado agora..um beijão de todos nós,
Vanda

MP disse...

O canalizador levou 125 euros???? Vou desistir do MBA e tirar um curso de canalizadora numa semana.... hoje até já pratiquei aqui no ralo do chuveiro... com direito a uma atitude Holandesa: mostraram-me como abrir a tampa e depois disseram-me que a limpeza era para eu fazer (qual contratarem alguem para uma coisa tão simples), nao interessa que eu esteja cá há uma semana e naõ tenha sido eu a entupir....

Andorinha disse...

Ganda filme...se alguma coisa acontecer aos meus, segue mail pro senhorio q eu não toco nesta bodega, até pq tou mesmo por cima de água...canalização...entrada e saída pra onde? Medo!