A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

too close to home...

Ontem de manha li esta notícia... e pensei... caramba, há uma semana estava a percorrer a mesma linha de comboio.

A hora de almoco, foi-nos confirmado que um colega do escritório belga estava "desaparecido"...

Infelizmente confirmou-se. É um dos 18.

2 comentários:

SZ disse...

de repente a tragedia bate-nos a porta...

Sonhos Milka disse...

Muito triste.

Infelizmente estes acidentes só demonstram que pode-se ainda fazer muito mais pela segurança.

Oxalá agora implementem mais e melhor tecnologia.