A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Desabafo

Decidi criar este blog principalmente com o objectivo de ir mantendo a familia e amigos a par das minhas aventuras e desventuras por ca.

Sabia que seria dificil ir sempre contando tudo por email... o ter de repetir a mesma historia ou evento uma duzia de vezes mata qualquer entusiasmo narrativo... por isso pensei que esta era uma boa solucao e que, atraves do comentarios que pudessem deixar, iriamos manter uma forma descontraida de contactar.

Ao fim de 10 meses de permanencia, chego a conclusao que a maior parte das pessoas que me le nao me conhece de mais lado nenhum que nao das linhas que aqui vou deixando... e os meus amigos e familiares continuam a querer saber as novidades e noticias por email.

Isto nao e uma critica, apenas uma constatacao.

Sei que a minha mae aqui vem e que as vezes ate me critica por saber as coisas via blog e nao pelo telefone/skype (sou um bocadito desnaturada)... de resto, honestamente, duvido que mais alguem aqui venha espreitar.

E tenho pena que assim seja, nao porque ache que tenho algo de especialmente interessante a contar, mas porque a razao de ter entrado no mundo da blogoesfera foi, exclusivamente, o de querer continuar proxima daqueles que gosto e de quem sinto falta... mas claro, eu estou aqui, numa vida nova e numa experiencia diferente e o resto do mundo continua na sua vida de sempre, ocupada, com compromissos e afazeres. O telefone e caro, o ir ao computador no final de um dia de trabalho e cansativo e nao apetece, e vai-se adiando a comunicacao... eu tambem tenho as minhas responsabilidades, mas fazer uma ronda de telefonemas ou emails individuais levar-me-ia um dia inteiro, e eu tambem ando ocupada. E as vezes cansa puxar o barco sem companhia.

Por outro lado, esta experiencia tem sido fantastica. Conheci pessoas extraordinarias atraves deste blog, algumas abriram-me portas e janelas sobre a sua vida, partilhei experiencias, aprendi e descobri um "admiravel mundo novo". Os comentarios passaram a emails, a conversas no messenger, a partilhas de exxperiencias e sonhos. Tenho lembretes para me recordar de datas que nao deviam ser importantes para mim mas que passaram a ser porque sao importantes para terceiros... e a encontros ao vivo e a cores.

Se uma parte desta aventura me entristeceu, outra tem sido uma magnifica surpresa! O balanco e claramente positivo e isto nao e mais do que um sopro...

14 comentários:

CAP CRÉUS disse...

E fazes bem em soprar, para que não fique tudo aí dentro! Faz mal e não há necessidade.
No meu blog, quase todos os comentários são de pessoas que não conheço, mas que conseguem dizer-te muito através do pouco que escrevem.
Acho que não tenho amigos blogueiros,e mesmo os amigos vão lá pouco,muito pouco!.
Que corra tudo bem e força!

Anónimo disse...

olá cunhadinha como estás ? E o meu mano está bem? Só queria dizer que a minha passagem por aqui é diária e obrigatória embora n comente estou sempre a par de tudo!
Não duvides...já tentei deixar um post algumas vezes e n consegui...confesso q sou um bocadinho trenga nestas coisas..
Mas estou sp aqui!!!
Gosto tto mas tto de vcs!!
bjs de todos nós e um especial do Martim

Tucuxi disse...

O mesmo te digo eu!!!
Vou acompanhando sempre as tuas aventuras, pensamentos e desabafos. Acredita que quando acabo de visitar os teus blogs acabo sempre com um sorriso nos lábios, pois continuas a ser a Amiga de sempre (com muitos "upgrades"), mas a essência que me ligou a ti continua lá!!!
Adorei esta tua ideia dos blogs, é óptimo saber como estás. Mesmo não comentando, pois muitas vezes estou com a tua afilhada nos braços e o que não dá muito jeito para escrever... agora está a rir e palrar, a divertir-se imenso com o carrocel que os teus pais/os avós lhe deram.

Beijocas grandes

Beijocas

jose carlos disse...

Admirador confesso do teu Blog, não só pelo seu conteúdo como pela tua maneira de exprimir por escrito, visito-o assiduamente desde que tomei conhecimento, por alguem, da sua existência.
Não comento muito. De vez em quando deixo alguns comentários que entendo serem a minha visão para os assuntos por ti mencionados.
Muitos, como já disse em outras ocasiões, desconheço o contexto e os em inglês... fora de questão...
No entanto, reconheço que para manter um Blog com o nivel de interesse que o teu desperta, será necessário ter muita disponibilidade de tempo.
Acredito que inicialmente, na mudança radical de vida que assumistes, te fosse mais fácil. As próprias saudades dão-nos alento para escrever e descrever aos outros o que vimos e sentimos.
Agora muito mais adaptada ao novo mundo, acompanha do "meia laranja" e com os papas por perto de vez em quando, essa necessidade jáo se não faz sentir tão intensamente.
Por minha parte digo-te que não desistas dele. Mesmo que os familiares e amigos queiram ler emails e skypes, há aqueles que te admiram sem te conhecer e que diariamente dão uma fuga para apalpar o teu sentir.
Não escrevas por escrever. Penso que isso nunca acontecerá contigo. Não escrevas por te sentires quase na obrigação de... Não escrevas todos os dias.
Escreve quando te apetecer, nem que seja uma vez por semana, por mês, mas escreve. Sentirás prazer se o fizeres sem pressão.
Eu estarei atento e acompanharte-ei à distância. à distância de um amigo que não conheces. Mas sempre presente.
Beijinhos.

Tuxa disse...

cap creus,
Pois, e isso mesmo... depois do desabafo fiquei muito melhor! E hoje ja e outro dia!

Cunhadita,
Eu sei que sim... e tambem sei que aqui vens com frequencia, apesar de nao comentares. O meu desabafo nao era de todo dirigido a voces! Por aqui estamos todos optimos. Bjs a todos.

Tucuxi,
Tenho tantas saudades dela que nem imaginas!!! Isto de estar a distancia e um raio de uma coisa que de vez da umas picadas na alma que nem calculas... normalmente e optimo, mas quando da, da forte e feio! Viste o meu email?! Ja falta pouquinho para matar todas as saudades vossas!

Jose Carlos,
Nao me passa pela ideia desistir do blog, de todo... ontem o dia correu todo mal e acabei por desabafar aqui, mas a verdade e que ha muito tempo que os blogues deixaram de ser para as pessoas em quem tinha pensado de inicio. Agora, os blogues sao apenas para mim... escrevo quando me apetece, quando estou para ai virada ou quando me creio ter algo a partilhar! Obrigada pelo voto de confianca!

Bjs

Mafalda disse...

como uma recente leitora do teu blogue, apenas tenho a dizer que passou a fazer parte das minhas muitas leituras diárias e que me dá um gozo tremendo, pela forma descontraída e directa com que contas as coisas. :) *
pelo menos para uma parte do meu dia, ele passou a ter um papel importante. bjs*

Anónimo disse...

Olá cunhadinho daqui fala a Fifi,isto de escrever no blog é quase como fazer amor a primeira vez custa um pouco,mas, depois é sempre a andar,sabes é que ninguém te vê,´so que vais ser lido por centenas ou milhares de pessoas,mas é agradavel esta comunicação invisivel,é que aqui somos exactamente nós próprios,beijinhos e perde a vergonha.Quem seria o enventor desta treta tão engraçada.Chau

Anónimo disse...

Olá Marta
É verdade que da nossa parte (Silvia e Miguel) não temos dado muitas noticias, mas graças ao teu blog sabemos de tudo o que se passa no teu dia a dia. É verdade que também não escrevemos comentários, mas as tuas histórias deixam água na boca e saudades dos dias que aí passamos e acho que nos perdemos no pensamente e depois já nada faz sentido para comentar. Por tudo isto é só para dizer que "nós vamos" lendo o blog... Beijinhos Silvia e Miguel Ângelo

chiqui disse...

ves... so precisavas de escrever este post para a familia e os amigos se manifestarem!
Escreveste aquilo que eu senti muitas vezes. Ate chegar a Portugal este Verao, e perceber que a maioria dos meus amigos iam espreitar o blog, mas raramente (nunca...) fazem comentarios.
1 beijinho muito especial por um post tao bem escrito

Pedro Sousa disse...

Muito bem. Gostei muito de ler este post, e fico contente por nos termos conhcido por aqui!

Beijinhos

Rubina disse...

Também criei o meu blogue pelas mesmas razões, estar em contacto com amigos e família a partir do estrangeiro. Mas fi-lo também pela vontade de comunicar e conhecer, através da escrita, gente interessante. E tem valido a pena :)

Mafalda disse...

Ola Miuda,
No meio do meu estudo para exame de EC state aid, deu me para isto..ir aos contactos do skype!No teu, vi a referencia ao blog e pensei...deixa la ver! Curiosamente ainda só li este texto e achei piada, pq te entendo perfeitamente...dizeres a mm coisa 20 vezes, ires a Portugal dois dias e teres q ligar aos amigos (n é mais facil as pessoas ligarem, ja q sabem q tu tas lá?!)...mandares emails (que tanto custam a escrever, às vezes...nunca dependi tanto da net como agora!)e os amigos n responderem, pq a vida, lá, continua igual,ao de sempre... Sem saberem que, para quem ta longe, um "olá", ou "tou aflita,dp respondo"...faz a diferenca!
Acho q somos umas priviligeadas; viver fora de Portugal, é de facto uma experiencia espectacular, mas o que tem de fascínio e de loucura, tem de desafio, pq somos humanos e "os pais, os manos e aqueles amigos" fazem mm falta.
Um beij de londres, chuvoso p variar (sim,ha coisas q nunca mudam e parece q o tempo por aqui n ta facil!!!!)
Mafalda TA

Cai de Costas disse...

E não é que só te leio hoje, tarde e a más horas?
Grato, pelo que me tocas :-)

lara disse...

Confesso que já não dava uma "espreitadita" no teu blog há uns tempinhos (desde a ida para férias!)... mas fica sabendo que,volta e meia,quando é preciso desanuviar do trabalho dou um saltinho até aqui para descontrair e ficar a saber como estás e que novas aventuras tens para contar. Tal como a maioria, sou daquelas que espreita, mas não se manifesta!! Sorry!
Fica bem,
Um beijinho gde,
Lara

PS- um beijo para a Mafalda TA, amiga desnaturada, que desde que partiu para Londres não dá notícias....