A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


quinta-feira, 23 de julho de 2009

Do conceito de roupa de Verao

É verdade que o Verao aqui é uma estacao sui generis.

De manha está fresquinho, a tarde faz um solinho razoável e a noite chove. Ou esta combinacao em qualquer outra ordem... o que torna bastante complicado saber o que vestir.

Assim, é engracado observar que se ve imensa gente (mulheres) na rua com botas de cano alto ou médio (a Inverno e para garantir que nao encharcam os pés), sem collants e de t-shirt com écharpe ou lenco. E com um casaco a mao de semear e com impermeável ou casaco, claro.

É o conceito cebola a funcionar. As pessoas vestem-se em camadas que vao acrescendo ou retirando conforme o dia se vai desenrolando.

O próximo passo seria calcarem botas de manha mas levarem umas havaianas na mala... nao fora nao dar jeito nenhum andar de botas na mao caso o tempo mudasse para melhor, nao me admiraria...

(Faz-me lembrar uma prima que mora em Glasgow e que disse um dia que se apercebeu que vivia num País frio quando notou que a diferenca entre o vestuário de Inverno e de Verao era medido pela grossura do cachecol que punha pela manha...)

3 comentários:

Thessa disse...

Eu faço parte da imensidão de gente que mencionas...
Ontem à noite sai de havaianas, hoje enquanto me vestia de manhã mudei de tipo de sapatos 3 vezes...optei pelas botas de cano alto que já estavam na arrecadação! Que verão o nosso...

Andorinha disse...

E que bem fizeste em por as botas hj pq chove comó raio. Eu tb faço a técnica da cebola, mas qdo tou preguiçosa morro de calor! Sim, raramente passo frio pq trago sempre casacos e botas e meias no carro (vantagens das 4 rodas), mas depois até suar é um ápice. Uma seca!

sonia disse...

lol! a tecnica da cebola! eu ca ja vi no comboio, a rapariga tirar o sapato de salto alto e trocar pela havaiana!

eu eu dou por mim andar de birkenstock a chover a cantaros! sem falar que em Portugal nunca iria para o trabalho de chinelos, mas aqui adaptei-me...

que o tempo passe rapido para as tuas ferias!

jinhos