A vida em Amesterdao



Nao o retalho da vida de um medico, mas o retalho da vida de uma portuguesa na terra dos diques, bicicletas, tulipas, moinhos, queijo... e sim, das drogas e do Red Light District tambem.


terça-feira, 26 de maio de 2009

Nao dormi nada esta noite...




Em resultado da tempestade que se fez sentir por estes lados! Ventos de 105 kms por hora e granizo, a par dos relampagos e trovoes, fizeram qualquer tentativa de dormir e descansar uma verdadeira missao impossivel! Há muito tempo que nao via uma tempestade assim...
Ao fim de já nem sei quanto tempo desisti! Antes das 5 da manha já estava levantada e a estudar. Bem, nao se perdeu tudo!
Ao vir para o trabalho, vi roupa no chao que deve ter sido arrancada das cordas e alguns caixotes de lixo virados do avesso.
Metade da empresa nao está a trabalhar porque os comboios estao parados e as pessoas nao conseguem chegar a Amesterdao. Parece que as estradas nao estao melhor.
E aqui no departamento houve infiltracoes (trabalho no sótao). Perfeito!
As fotos foram retiradas do site de um jornal online holandes, o nu.nl e foram tiradas esta noite e esta manha por várias pessoas que as enviaram para o jornal...

4 comentários:

JoanaM disse...

Estou solidária, pensava que só eu é que não tinha pregado olho... isto de estar a 1m do telhado... nem o tapa olhos me safava dos flashes dos relampagos, fora o barulho e a casa a tremer, mais a chuva, pedras e sei lá... :(

Lewis disse...

Engraçado! São condições meteorológicas iguais a essa que me fazem dormir que nem um bebé!
(Desde que o telhado da casa não desapareça e fique a apanhar chuva na cabeça!!!)

Tuxa disse...

Lewis,
Eu sou uma verdadeira pedra a dormir (ja adormeci com a cabeca poisada numa coluna do Kremlin) mas esta noite era impossivel! Era com cada estrondo que até me fazia saltar da cama!

bonifaceo disse...

E eu na minha ignorância a pensar que seriam precisos ventos mais fortes que de 105km/h para pôr árvores abaixo...